Escolha uma Página

Sazonal de Inverno 2017

Honda NSX Type R - 2002

Sazonal de Inverno – Honda NSX Type R – 2002

Prezados Leitores do Site Gran Turismo Brasil.

Muito foi comentado, após a copa Abarth 500, que existia uma grande diferença de ajuste nos carros, então para o sazonal foi adotado o tipo de corrida com setup travado.

Para colocar mais pimenta no molho, escolhemos um carro tração traseira, motor central, e porque não o nosso tão idolatrado Honda NSX. Lembrando que o projeto do carro foi iniciado pelo grande piloto de formula 1 Satoru Nakajima. E após Ayrton Senna dar algumas voltas no brinquedo decidiu dar pitacos no ajuste do carro, e rigidez de carroceria e outros itens.

Para deixar a disputa mais no braço possível, foi escolhido um pneu com pouca aderência. Pneus esportivos macios, e sem nenhum tipo de controle ou auxílios técnicos. Desta forma, qualquer dividida de curva pode ser definida, pois é muito difícil dividir freadas, principalmente com os mais apetitosos. Além do setup totalmente original e travado com exceção do óleo. (a troca do óleo foi permitido, pois se algum participante treinasse bastante e sujasse o óleo, poderia apenas troca-lo e não seria necessário comprar um veiculo novo).

Outro fator que também foi discutido na Abarth, foi que alguns pilotos tinham muito tempo para treinar e deixar a volta perfeita cada vez mais constante, então para este evento foi adotado um sorteio no Facebook do GTBR, e a pista mais votada, foi escolhida apenas 1 dia antes da corrida….

Os entusiastas fans da pagina, votaram diversas pistas muito divertidas, mas ficou escolhida foi uma das pistas mais antigas de toda a historia do Gran Turismo – Grand Valley Speedway. Na opinião desta pessoa que vos escreve, todas as pistas que são originais do Gran Turismo, tem seu nível de complexidade, e são normalmente pistas bem técnicas… E certamente que esta tem seu charme especial, com todas as variações de altitude, freadas fortes, tuneis e também curvas de media velocidade…

Logo que foi anunciado o carro, muitos pilotos se queixaram do carro ser muito escorregadio, e também por ser um carro original um pouco sem graça. Mas todos foram praticamente unânimes em admitir que no final o nosso ´´Chefe´´ Senna tinha toda a razão. O carro é bem na mão, e vivo nas mãos do piloto, escorrega a traseira exatamente o tanto que é provocado, e realmente alguns pilotos fizeram milagre com o NSX.

O grid ficou bem bonito com a estreia de alguns pilotos novos no GTBR. Tais como Luciano Teodoro (já participante anteriormente) e David PVHkart.

Para as 15 voltas de Grand Valley Speedway se apresentaram 11 pilotos para a qualificação de 10 minutos.

Lembrando que em uma pista onde demora 2 minutos para dar uma volta completa, não teríamos muito tempo para acertar a volta perfeita.

Everson logo de cara, abre sua primeira volta voadora e faz o melhor tempo já na primeira volta. Grina fica com o segundo melhor tempo ate a metade da qualificação.

No meio da qualificação Lombardi escapa um pouco do transito, e consegue acertar uma volta limpa e consegue a pole position.

O grid de largada ficou desta maneira:

  1. Bruno Lombardi
  2. Marcos Grina
  3. Everson Vieira
  4. Jhony Supra
  5. JulioTill
  6. José Guilherme Radaell
  7. David PvhKart
  8. Heraldo Gobbi (Bad Player)
  9. Douglas Freak (retornando ao GTBR)
  10. Luciano Teodoro
  11. Crhislei Vieira.

Já na primeira volta, Lombardi abre na ponta e na curva 1 Grina já faz uma pilotagem defensiva no ataque Everson. A forte pressão de Everson faz com que Grina abra espaço na curva 5 para Everson. Se a estratégia era deixar Everson atacar Bruno, só o tempo para dizer se estava certo.
Douglas Freak retorna a pista em grande estilo e conquista quatro posições logo na primeira volta. Marcos Grina deixa seu Honda NSX escorregar e recebe pressão moderada de Jhony Supra.

Julio Till que vinha na sexta posição seguindo Douglas Freak, tem problemas de conexão após algumas voltas e abandona a prova.

Heraldo, após um acidente que danificou seu carro teve que ir para os box, e quase deu de frente com Gui Radael que vinha logo atrás.

Crhislei o piloto soneca dormiu no ponto e largou os pneus esportivos duros, e o prejuízo era certo em uma corrida em que não estava previsto a parada obrigatória.

É amigos do Gran Turismo Brasil, se a intenção de Grina era deixar  Everson brigar com Lombardi, a estratégia deu certo, pois ambos os pilotos trocavam faiscas alternando a liderança. Quando a corrida já estava por volta da volta 8, mais precisamente na curva 3, Everson deixa o carro escorregar e com um pequeno lag violentamente contra o muro danificando inteiramente seu carro, e deixando limpo o caminho para Lombardi. Grina assume a segunda posição e a dança das posições continua.

Jhony Supra até tentava a aproximação de Grina, mas em uma corrida conservadora Grina administrava a distância de Supra para garantir a segunda posição.

David estreante no GTBR, luta para se acostumar com um carro difícil e com pneu esportivo macio sem qualquer ajuda, é amigo isso não é fácil , mas com persistência consegue concluir a prova.

Luciano Teodoro infelizmente foi outro piloto que enfrentou problemas de conexão e abandonou a prova.

Após a volta de Everson dos box, Everson consegue melhorar ainda mais seu melhor tempo de volta, mas fica um pouco distante para disputar posições no pódio.

Vamos ver como ficou o grid final?

  1. Bruno Lombardi
  2. Marcos Grina
  3. Jhony Supra
  4. Douglas Freak
  5. José Guilherme Radaell
  6. David PvhKart
  7. Everson Vieira.
  8. Crhislei Vieira.

Para um mês de férias o Sazonal foi um sucesso e aqueceu os reflexos dos pilotos para uma prova que ainda será realizada no mês de Julho, as 24 Horas de Le Mans. Parabéns a todos os pilotos que abrilhantaram esta disputa, neste agradável sazonal com um carro simples, de setup travado, porém exigente ainda mais se lembrarmos que todas as ajudas estavam proibidas e com pneu esportivo o que gerou pegas insanos.

Em breve nos vemos na pista.

Vrummmmmmm

responseveIframe(); function responseveIframe() { $('iframe').height( $('iframe').attr("height") / $('iframe').attr("width") * $('iframe').width() ); } /*this functions is only needed to see the resize as you drag display border*/ $(window).resize(function() { responseveIframe(); });