Escolha uma Página

Regulamento – Cayman Porsche Cup – Gran Turismo Brasil

 Gran Turismo Sport / Temporada 2017/2018

Da denominação e participação

 

1.1. O Campeonato Cayman Porsche Cup  Gran Turismo Brasil

 Gran Turismo Sport / Temporada 2017/2018, organizado pelo site Gran Turismo Brasil, será disputado entre pilotos virtuais brasileiros, ou estrangeiros, a critério da organização, na forma deste regulamento.

 

1.1.1. Para disputar o campeonato, os pilotos deverão atender a todos os critérios e condições definidos no site oficial do GTBR antes do início do campeonato.

 

1.2. O site Gran Turismo Brasil detém todos os direitos relacionados à competição e seus membros organizadores são os responsáveis pela organização, realização e elaboração do regulamento do campeonato.

 

  1. Da organização do campeonato e do sistema de disputa

 

2.1. O referido Campeonato será disputado utilizando-se o simulador Gran Turismo Sport, da empresa Sony Computer Entertainment, para o console Playstation 4, da mesma empresa.

 

2.1.1. O cronograma das etapas será divulgado no site do Gran Turismo Brasil (http://www.granturismobrasil.com.br) e Facebook Oficial do Gran Turismo Brasil (https://www.facebook.com/gtbr.granturismobrasil/) antes do início oficial do campeonato.

 

2.1.2. Os circuitos que serão utilizados no campeonato selecionados pela administração do Gran Turismo Brasil e estão descritos no item 2.2.3 deste regulamento.

 

2.1.3. O veículo utilizado neste campeonato será o Porsche – Cayman GT4 Clubsport 16.

 

2.1.4. O circuito a ser utilizado já está relacionado no item com sua respectiva data de realização, salvo motivo de força maior que impeça a realização do (s) evento (s).

 

2.2. O sistema de disputa adotado serão os de corrida online e tomada de tempo, por meio do uso de salas privadas disponíveis no ambiente online da PSN pela GTBR Gran Turismo Brasil, criadas especificamente pela organização para a realização das etapas do campeonato.

 

2.2.1. No sistema de corrida online, os pilotos se conectam via internet à (s) sala (s) ou lounges criada pela organização do campeonato e correm uns contra os outros, com formação de grid de largada, disputando a melhor posição na pista dentro do número de voltas determinadas em cada bateria.

 

2.2.1.2. O sistema de comunicação a ser utilizado será a formação de grupos de whatsapp criados a partir do grupo que o piloto irá participar (GTBR1 ou GTBR2 ou GTBR3) e por etapa.

 

2.2.2 O sistema “Tomada de Tempo” será liberado uma janela de tempo de 10 minutos, onde os pilotos terão de aguardar a liberação para ir registrar suas melhores voltas em sessões de treino livre criadas especificamente para esse fim, tendo suas posições definidas, em ordem crescente, do menor tempo de volta para o maior tempo de volta.

 

2.2.3. Pistas: 06 traçados estão homologados para o Cayman Porsche Cup Gran Turismo Brasil. As pistas homologadas são:

2.2.4. Piloto não participante: O piloto que não participar na prova não somará pontos na etapa e cairá automaticamente para disputar a etapa subsequente na GTBR3.

 

2.2.4.1. Cada vez que um piloto de um grupo faltar, o mesmo irá diretamente para o grupo GTBR3. (ex: Piloto da GTBR1 faltou. Os três últimos colocados do GTBR1 cairão para o GTBR2  e o faltante do GTBR1 cairá para o GTBR3. Subirão 4 pilotos do GTBR2 para o GTBR1 e 5 pilotos do GTBR3 subirão para recompor o GTBR2)

 

2.2.5. Piloto com queda de conexão até 80% da prova: O piloto que tiver queda de conexão com menos de 80% do número de voltas da prova, somará um ponto na etapa na soma de pontos individuais e cairá para o grupo subsequente a menos que já esteja no GTBR3.

 

2.2.6. Piloto com queda de conexão de 81% a 99% da prova: O piloto que tiver queda de conexão entre de 81 a 99% do número de voltas da prova, estará consecutivamente na última posição da bateria do seu grupo participante e somara os pontos referidos a colocação, mas irá cair para o grupo subsequente, a menos que já  esteja no GTBR3. Caso tenha mais pilotos que caiam a conexão nesta faixa de prova, iremos considerar a queda da última conexão, após a penúltima e assim consecutivamente até formarmos o grid final.

 

2.2.7. Pontuação.

Será adotado a seguinte pontuação para a Cayman Porsche Cup Gran Turismo Brasil:

2.2.8. Grupos.

Cayman Porsche Cup Gran Turismo Brasil contará com 3 grupos compostos de 13 a 14 pilotos. Neste campeonato testaremos um novo sistema. Para formação da Etapa 01 os pilotos serão divididos aleatoriamente em três grupos levando em conta a ordem de inscrição e todos serão convocados para realizar o qualify. Para as corridas subsequentes e formação de grupos, serão considerados os resultados da corrida anterior.

 

2.2.8.1. Qualify de Formação dos Grupos para a Etapa 1

Os pilotos serão convocados para a presença em horário determinado, e deverão seguir todas as orientações fornecidas em seu respectivo grupo de Whatsapp, GTBR1, GTBR2 ou GTBR3.

Os pilotos terão uma janela de 20 minutos para registrarem seu melhor tempo.

 

Do P1 ao P13 no resultado do qualify pertencerão ao grupo GTBR1 para Etapa 01.

 

Do P14 ao P26 no resultado do qualify pertencerão ao grupo GTBR2 para Etapa 01.

 

Do P27 ao P41 no resultado do qualify pertencerão ao grupo GTBR3 para Etapa 01.

 

2.2.8.2. Circuito a ser utilizado no Qualify para formação de grupos.

O critério que utilizamos para definir o circuito que será utilizado no qualify, é um circuito que já é utilizado desde o Gran Turismo 6.

O circuito a ser utilizado no qualify é Brands Hatch Grand Prix Circuit.

 

2.2.8.3. Etapa 02 a 06 e Formação de Grupos.

Para as etapas 02 a 06 serão seguidos os seguintes critérios para formação de grupo:

 

GTBR1 – P1 a P9 GTBR1 da etapa anterior + P1 a P4 GTBR2 da etapa anterior.

 

GTBR2 – P10 a P13 GTBR1 da Etapa anterior + P5 a P9 GTBR2 da Etapa anterior + P1 a P4 GTBR3 da Etapa anterior

 

GTBR3 – P10 a P13 GTBR2 da Etapa anterior + P5 a P15 GTBR3 da Etapa anterior.

 

Obs: O Grupo GTBR3 receberá os faltantes da etapa anterior, assim como descrito nos itens 2.2.4, 2.2.4.1, 2.2.5 e 2.2.6.

 

2.2.9. Dia da Semana das Provas e Tomadas de Tempo: As provas serão realizadas nas noites de domingo impreterivelmente a partir das 20.00hs com formação e estabilização de salas.

 

2.2.9.1. A prova do Grupo GTBR1 terá início as 20.00hs, e os pilotos terão obrigatoriamente a estar presentes na sala a partir de 19:55hs.

 

2.2.9.2. A prova do Grupo GTBR2 terá início as 21.00hs, e os pilotos terão obrigatoriamente a estar presentes na sala a partir de 20:55hs.

 

2.2.9.3 A prova do Grupo GTBR3 terá início as 22:00hs, e os pilotos terão obrigatoriamente a estar presentes na sala a partir das 21.55hs

 

 

2.3.0. Calendário: O calendário das provas e das respectivas tomadas de tempo será divulgado no Site e Facebook Oficial do Gran Turismo Brasil.

 

Uma etapa poderá ser transferida de data, antecipada ou prorrogada a critério da administração do Gran Turismo Brasil, com publicação mínima de 15 dias de antecedência da prova.

 

Programação de Qualify e Etapas previamente determinadas para o Cayman Porsche Cup Gran Turismo Brasil seguem descritas abaixo:

 

Qualify Formação dos Grupos  Etapa 01 –  26 de Novembro de 2017

 

Etapa 01     03 de Dezembro de 2017

Etapa 02     10 de Dezembro de 2017

Etapa 03     14 de Janeiro de 2018

Etapa 04     28 de Janeiro de 2018

Etapa 05     18 de Fevereiro de 2018

Etapa 06     04 de Março de 2018

 

2.3.1. Ausência de Participação em Etapas

O piloto poderá ter no máximo duas ausências no campeonato, desde que uma das ausências seja notificada.

 

2.3.2. Piloto com duas ausências não notificadas.

O piloto que somar duas ausências não notificadas a administração do GTBR, será automaticamente excluído do campeonato e dará lugar a um piloto que estará na fila de espera para ingressar na disputa, que entrará para disputar no grupo GTBR3 e seguirá os critérios determinados neste regulamento.

 

2.3.3. Piloto com três ausências.

O piloto que somar três ausências podendo sejam elas notificadas ou não, será automaticamente excluído do campeonato e dará lugar a um piloto que estará na fila de espera para ingressar na disputa, que entrará para disputar no grupo GTBR3 e seguirá os critérios determinados neste regulamento.

 

 

2.3.4. Lista de espera de Pilotos.

O campeonato também contará com a lista de espera de pilotos. Como o campeonato terá número limitado de participantes, os pilotos requerentes de vagas após o número máximo de participantes estipulados pela organização, irão ingressar na lista de espera para uma vaga. Estes poderão ter a oportunidade e ser incluídos no lugar dos pilotos que perderem suas vagas, seja por penalidades ou por infração.

 

2.3.4.1. Todo piloto que ingressar no campeonato a partir da Corrida 2, iniciará sua participação pelo Grupo GTBR3.

 

2.3.5. Prioridade de Inscrição em Próximos Campeonatos.

Os pilotos que terminarem o campeonato de modo elegível, ou seja, participantes ativos e observadores das regras descritas neste regulamento, terão prioridade de inscrição no campeonato subsequente promovido pelo Gran Turismo Brasil.

 

2.3.6. Tempo de Prova

O número de voltas de cada etapa será calculado para uma duração aproximada de 30 minutos de prova + 1 volta.

 

Ex: Como exemplo vamos imaginar que a volta em Suzuka do melhor tempo dos treinos realizados durante a semana seja na casa de 2.12min.

 

Este tempo será convertido em segundos, no caso 132 segundos.

O tempo de 132 segundos será o fator divisor do tempo de prova, ou seja 30 minutos ou 1.800 segundos.

 

Número de voltas = (1800/132) + 1 = 14,63

Iremos arredondar resultados levando em consideração valores abaixo de 0,50 para menos e igual ou superior a 0,50 para mais.

Neste caso teremos 15 voltas no exemplo dado de Susuka.

 

 

2.3.7. Configuração das Salas

As salas deverão seguir os critérios descritos abaixo:

– Tipo de Corrida: Competitiva.

– Propriedade fixa da sala: Não

– Num. Máximo de Participantes: 16

– Largada: Largada no Grid

– Grid de Largada: Mais rápido em primeiro.

– Turbo: Desligado

– Força de Cone de Aspiração: Real

– Danos Visíveis: Desligado

– Danos Mecânicos: Pesado

– Desgaste dos Pneus: 4x

– Consumo de Combustível: 4x

– Combustível Inicial: 100 litros

– Redução de Aderência: Real

– Atraso na Chegada: 180 seg.

– Equilíbrio de Desempenho: Ligado

– Classificação Máxima de Pneu: Corrida Suave

– Restrições Padrão: Sem Limite

– Fantasma Durante Corrida: Nenhuma

– Penalidade por Atalho: Forte

– Penalidade por Colisão em Mureta: Nenhuma

– Controle de Colisão em Muretas: Padrão

– Penalidade por Contato Lateral: Desligado

– Corrigir curso do veículo após colisão em mureta: Desligado

– Reposicionar carros que saem da pista: Desligado

– Regras de Bandeira: Ligado

– Assistência de contraesterço: Proibido

– Gerenciamento de estabilidade ativo: Proibido

– Assistência de linha de direção: Proibido

– Controle de Tração: Sem Limite

– ABS: Sem Limite

– Piloto Automático: Proibido

– ED HABILITADO

 

2.3.8. Configuração do Carro Homologado: A configuração do carro homologado para este campeonato deverá atender os requisitos descritos abaixo:

– Porsche Cayman GT4 Clubsport 16’

– Potência: Potência Máxima de 350 CV.

– Peso: Peso Mínimo de 1.404Kg.

 

Obs: Será utilizado a função ED – Equalização de carros.

 

2.3.9. Pit Stop: O uso do Pit Stop será livre. Desta forma cada piloto poderá definir sua estratégia.

 

2.4.0. Pneus: A escolha de pneus será livre.

 

2.4.1. Campeão: Será declarado campeão, aquele que obtiver a maior pontuação na soma dos pontos conquistados em cada uma das etapas, e assim respectivamente.

 

2.4.2. Campeão em caso de Empate: Em caso de empate ao final do campeonato, os critérios de desempate serão os definidos abaixo, na seguinte ordem:

2.4.2.1. Maior número de participações nas etapas e nas baterias;

2.4.2.2. Melhor somatório de resultados na combinação das etapas e grupos disputados;

2.4.2.3.  Permanecendo o empate, a organização definirá o (s) próximo (s) critério (s) de desempate (s) no site oficial do GTBR ou no Facebook GTBR.

 

 

  1. Das condições de participação no campeonato

 

3.1. Para estar apto a participar do campeonato, o piloto deverá dispor, no mínimo, dos seguintes equipamentos e condições:

 

3.1.1. 1 console Playstation 4 atualizado com a último firmware disponível;

 

3.1.2. 1 joystick ou volante que funcione com o console;

 

3.1.3. 1 televisor compatível com o console;

 

3.1.4. Uma boa conexão com a rede mundial de computadores (internet) que permita o acesso à Playstation Network (PSN) e a participação nas corridas online do Gran Turismo Sport sem prejudicar a conexão das salas criadas para a disputa.

 

3.2. Os pilotos são exclusivamente responsáveis pelo funcionamento dos equipamentos que garantam sua participação no campeonato, isentando o GTBR, nesse sentido, de qualquer responsabilidade quanto a disponibilidade do piloto para participar das baterias.

 

  1. Das regras de conduta e condução durante as corridas online

4.1. As regras detalhadas de condução dos pilotos durante as baterias online serão divulgadas à parte no documento denominado Estatuto do Piloto GTBR, a ser divulgado oportunamente no site da comunidade.

 

  1. Das penalidades

 

5.1. Será publicado conjuntamente com o Estatuto do Piloto GTBR normas detalhadas acerca das situações que originarão penalidades aos participantes do campeonato em caso de descumprimento das regras relativas ao evento.

 

5.2. Embora o sistema de validação das voltas seja o do próprio simulador, a organização deste campeonato se resguarda ao direito de poder sancionar o piloto, inclusive com a pena de desclassificação da corrente etapa ou mesmo do campeonato, caso seja detectada qualquer atitude antidesportiva durante as corridas online, que gere ou não vantagem ao respectivo piloto.

 

5.3. De igual forma, a organização deste campeonato se resguarda ao direito de poder sancionar o piloto, inclusive com a pena de desclassificação da etapa ou até mesmo do campeonato, caso seja detectada qualquer outra irregularidade durante a realização das baterias, como por exemplo uso de códigos para burlar a programação original do simulador.

 

5.4. Para fins do Cayman Porsche Cup Turismo Brasil, são considerados tipos de penalidade aplicáveis aos pilotos:

 

5.4.1. Advertência, para as faltas consideradas leves e cuja ocorrência tenha sido a primeira;

 

5.4.2. Adição de tempo ao tempo total registrado na bateria ou desclassificação de uma das etapas ou de todo o evento, para as faltas consideradas graves e em caso de reincidência nos casos de advertência, a critério da organização do evento;

 

5.4.3. Suspensão de participação nas próximas etapas ou dos próximos eventos a serem realizados pelo GTBR, para reincidência em faltas de natureza grave, ouvido o Conselho de Pilotos;

 

5.4.4. Descadastramento do piloto infrator do site, a critério exclusivo da Comissão de Pilotos, no caso de reincidência das penas de suspensão e em caso de grave perturbação do ambiente online da PSN provocada pelo membro em questão.

 

5.5. Caso o piloto entenda que o julgamento decorrente da aplicação de sanção prevista nos itens anteriores não tenha sido adequado, poderá requerer recurso formalmente à organização, para que esta encaminhe a decisão para análise e julgamento da Comissão Pilotos do Gran Turismo Brasil, para que procedam à revisão ou não da decisão. Neste caso, a decisão do Conselho será definitiva, não cabendo mais recurso por parte do piloto e da organização;

 

5.5.1. A solicitação de recurso prevista neste item não é aplicável às sanções de advertência, cuja decisão é soberana da instância aplicadora da penalidade.

 

5.6. Caso haja denúncia de qualquer atitude antidesportiva ou outra irregularidade observada durante a etapa declarada por piloto ou membro no site do Gran Turismo Brasil, encaminhada por e-mail ou pessoalmente à organização, está poderá, a seu critério, proceder à investigação da conduta do piloto, podendo desclassificá-la caso seja confirmada qualquer irregularidade que desrespeite as regras dispostas neste regulamento e nos demais relativos ao campeonato, respeitado o direito de recurso pelo piloto da respectiva volta ao resultado proferido pela organização.

  1. Da premiação

 

6.1. A critério da organização ou dos patrocinadores do Gran Turismo Brasil, os três primeiros colocados na classificação final do campeonato poderão receber ou não premiação, mas em caso de existência de premiação será divulgada em comunicado oficial no site do Gran Turismo Brasil / Facebook Gran Turismo Brasil.

 

6.2. A critério exclusivo dos pilotos premiados, estes poderão optar em receber os prêmios:

 

6.2.1. Em mãos, diretamente da equipe Gran Turismo Brasil em um local acessível a ambos.

 

6.2.2. Pelos correios, mediante fornecimento dos dados solicitados pela organização, com as despesas de envio custeadas pelo piloto.

 

6.3. De igual modo, o site GTBR, por meios próprios ou através de seus patrocinadores oficiais, poderão sortear a qualquer tempo prêmios para os pilotos participantes de todas as fases do campeonato, segundo critérios de elegibilidade definidos pela equipe organizadora nos canais oficiais de comunicação no site e ou facebook.

 

6.4. No caso de recebimento da premiação, os pilotos concordam previamente em conceder depoimento para o site GTBR, em formato escrito, de áudio e/ou de vídeo, com a finalidade exclusiva de divulgação dos resultados finais do campeonato para o GTBR.

 

  1. Das disposições finais

 

7.1. Considera-se comunicação oficial, para fins deste regulamento, aquela prestada por membro Gran Turismo Brasil responsável pela organização do campeonato, prestada em destaque na parte do site, Facebook GTBR Oficial e ou e-mail designados para servir oficialmente de canal de comunicação entre os organizadores e os pilotos.

 

7.2Os pilotos que apresentarem conduta ofensiva a outros membros, seja pela utilização de palavras de baixo calão, por manifestações discriminatórias de qualquer natureza ou outras atitudes que agridam a dignidade de indivíduos ou grupos, na utilização dos canais de comunicação disponíveis no site do Gran Turismo Brasil ou no ambiente online do Playstation 4, poderão, a critério da organização, ser desclassificados permanentemente do campeonato, sem prejuízo de outras sanções.

 

7.3. O tratamento e a resolução dos demais casos omissos na aplicação deste regulamento serão de responsabilidade da organização deste campeonato e poderão ser analisados pelo conselho de pilotos.

 

Gran Turismo Brasil – Cayman Porsche Cup

 

responseveIframe(); function responseveIframe() { $('iframe').height( $('iframe').attr("height") / $('iframe').attr("width") * $('iframe').width() ); } /*this functions is only needed to see the resize as you drag display border*/ $(window).resize(function() { responseveIframe(); });